~notícias fresquinhas

~ Propostas CRIATIVAS para ...

~ Posters dos grupos para a...

~ trabalhos finais dos alun...

~ Colóquio do grupo de Econ...

~ Acessibilidades

~ Grupo de Economia e Inova...

~ Assembleia Jovem de Silve...

~ Relatórios de Março de 20...

~ Relatórios de Fevereiro d...

~ Agenda Cultural de Abril

~sótão

~ Junho 2008

~ Maio 2008

~ Abril 2008

~ Março 2008

~ Fevereiro 2008

~ Janeiro 2008

~ Dezembro 2007

~ Novembro 2007

~ Outubro 2007

~o que procuras?

 

~quantas visitas já temos?

Legally blonde tickets

~cidades criativas

~Sabias que...

...o nosso concelho tem cerca de 34000 habitantes e é o maior em área do Algarve?

~Conclusão:

há muito espaço em branco e dificuldade em preenchê-lo... para bom entendedor....

~visita o site da C.M.S.

Município de Silves

~visita o site da nossa escola!

Escola Secundária de Silves

~as nossas freguesias

Alcantarilha Armação de Pêra Tunes S.B. Messines Algoz S. Marcos da Serra Silves Pêra
E por aqui ouve-se: Rodrigo Leão - As Cidades

~tags

~ todas as tags

~Tagarelices... Deixa já a tua!


free polls Como classifica o conteúdo deste blog?
[Muito mau]
[Mau]
[Razoável]
[Bom]
[Muito Bom]

Segunda-feira, 10 de Dezembro de 2007

Reflexão do grupo do Ambiente

Em Silves, a nível do ambiente já podemos tirar algumas conclusões.

A nível da Qualidade da Água, Silves possui uma estação de tratamento de águas que funciona em condições deploráveis. Apesar das várias queixas feitas pelos cidadãos, a água que provém da estação vem cheia de espuma, de resíduos tóxicos e poluentes que desaguam no rio, invadindo também esgotos e sarjetas.

 

              

 

Esta situação poderia ser amenizada ou até mesmo extinta, supervisionando melhor a estação, tornando eficaz a legislação no que diz respeito à aplicação de coimas e também com a utilização de filtros na canalização da estação de modo a que a água esteja minimamente tratada e em condições para ser lançada para o rio, sem o poluir e sem destruir ecossistemas. Uma outra observação que também não queríamos deixar de realçar é o facto da necessidade que o rio tem em ser desassoreado já que isso diminuirá a probabilidade de uma cheia ocorrer.

A nível do Ar, o maior responsável pela poluição atmosférica em Silves é o tráfego automóvel, sendo a zona mais afectada o centro da cidade. Apesar dos níveis de monóxido de carbono não serem tão elevados como em algumas cidades de Portugal, têm vindo a aumentar e se continuarem a aumentar poderão transformar-se num grande problema.

         O Tráfego Automóvel em Silves não só é responsável pela poluição atmosférica como também pela poluição sonora, sendo o centro da cidade também o mais afectado.

Uma das soluções que poderíamos aplicar para que ambos os problemas se resolvessem era adoptar a ideia de Coimbra. Em Coimbra, decidiu-se construir parques de estacionamento na periferia da cidade e o bilhete desse parque serviria para andar em todos os transportes públicos da cidade. Assim, diminuir-se-ia significativamente o tráfego dentro da cidade.

        Outra medida inovadora para reduzir a poluição atmosférica é a construção de jardins nos telhados. Com a construção de jardins nos telhados, a concentração de oxigénio iria aumentar e a de dióxido de carbono diminuir.

         Concluindo esta nossa reflexão, queríamos também destacar a falta de civismo das pessoas em Silves. Várias vezes nos deparamos com lixo espalhado no chão perto de contentores e também longe deles. Para além disto ter um impacto visual negativo, polui muito os solos e possíveis lençóis freáticos, polui também o ar já que o lixo na maior parte das vezes é inorgânico, este que leva milhares de anos a desaparecer.

      Apelamos assim para o bom senso das pessoas e para a reciclagem. Apesar de cada vez mais existirem campanhas promotoras dos quatro R's, ainda estamos a muitos anos luz de uma mudança significativa de mentalidades!

 

                     

estamos:
e apetece-nos ouvir: Jingle bells
genialmente escrito por CriaXelb às 20:22
| a tua opinião faz a diferença! comenta! | adiciona-nos como favorito!
3 comentários:
De anónimo a 12 de Dezembro de 2007 às 21:16
Olá boa noite apesar de estar de acordo em quase tudo acho que há uma questão em que o autor do texto atráz se esqueceu ou será que não esqueceu , trafego automóvel no centro da cidade
que cidade fala o meu amigo de Silves? não me parece
se em Silves quase não se pode andar de automóvel quanto mais no centro? Não se pode andar por várias razões ruas cheias de buracos sentidos proibidos em quase tudo que é rua
ruas estreitas .
Em relação á reciclagem não posso estar mais de acordo que tem que ser feita o que já não concordo é quando o meu amigo diz que as pessoas tem falta de civismo algumas sim mas a maioria não
Quantas vezes não tenho eu ido levar papelão ,vidro,plastico e todos os contentores estão cheios parece que o meu amigo queria que voltasse para casa com tudo isso
claro que vai para o lixo é dar umas voltinhas e ver como estão os benditos ecopontos cheios ate dizer chega e não são dois nem tres dias são muitos mais veja nas fotos do sapo com atag silves depois diga que não mas parece que alguem nos quer enganar e diz que não temos civismo ou será para desculpar a dita senhora que todos nos sabemos e há mais mas por hora ficamos por aqui .
O meu abraço e informe-se melhor depois verá quem tem razão.

Obrigado
De circo ardente a 12 de Dezembro de 2007 às 23:17
Boa noite
Em resposta ao comentário do senhor anónimo ali de cima, é sabido que poderíamos culpar um monte de gente pela situação que a cidade vive. No entanto, não é isso que se procura, muito menos o que está em causa. Quanto a andar de automóvel dentro da cidade, não vejo qualquer tipo de problema. Não há cá estradas com buracos, existem ruas CALCETADAS, sabe o que é não sabe? Temos a sensação de que são buracos, mas na realidade não são! Para a próxima vez que andar de carro aqui, em vez de olhar só para o seu umbigo, abra a janelinha e olhe para o chão. Outra coisa, as ruas são estreitas porque a cidade foi construída assim, não podemos querer fazer disto uma metrópole da melhor espécie e construir uma avenida com duas faixas em cada sentido desde a baixa da cidade até ao topo da colina. E se os sentidos proibidos estão lá é porque existe razão para lá estarem! Se o senhor acha que é absurdo, porque é que não se enche de coragem e escreve uma cartinha à Câmara Municipal a queixar-se? E mais...quanto à reciclagem, eu conheço muito boa gente desta cidade, mas muito boa mesmo, que aparentam ser as pessoas mais correctas e CIVILIZADAS possível mas no que toca à reciclagem sabe o que é que fazem? NADA! ZERO! E quanto a ecopontos cheios, se o senhor acha que é uma tristeza andar às voltas pela cidade a vê-los a transbordar, porque é que não se enche de coragem duplamente e em vez de escrever uma cartinha escreve duas? Informe-se melhor, pode ser que depois lhe dêem a razãozinha que tanto acha que merece. Foi um prazer partilhar consigo os meus pensamentos.
De anónimo a 14 de Dezembro de 2007 às 22:36
Boa noite em resposta ao amigo ai de cima quero apenas dizer que apesar de não servir para isto este espaço entendo que deve ser um alerta para todos.Sabe quanto tempo estiveram buracos abertos na parte velha da cidade?
aquando dos furos para sondagens arqueológicas foi tapado com betão enfim do mal ao menos.
tou de acordo que há pessoas que se portam muito mal a respeito do ambiente nisso tem razão sim senhor
Pelo menos estamos de acordo em muitos pontos claro que há maneiras e maneiras de escrever.
Um abraço e boas festas

queremos saber o que pensas! comenta!