~notícias fresquinhas

~ Propostas CRIATIVAS para ...

~ Posters dos grupos para a...

~ trabalhos finais dos alun...

~ Colóquio do grupo de Econ...

~ Acessibilidades

~ Grupo de Economia e Inova...

~ Assembleia Jovem de Silve...

~ Relatórios de Março de 20...

~ Relatórios de Fevereiro d...

~ Agenda Cultural de Abril

~sótão

~ Junho 2008

~ Maio 2008

~ Abril 2008

~ Março 2008

~ Fevereiro 2008

~ Janeiro 2008

~ Dezembro 2007

~ Novembro 2007

~ Outubro 2007

~o que procuras?

 

~quantas visitas já temos?

Legally blonde tickets

~cidades criativas

~Sabias que...

...o nosso concelho tem cerca de 34000 habitantes e é o maior em área do Algarve?

~Conclusão:

há muito espaço em branco e dificuldade em preenchê-lo... para bom entendedor....

~visita o site da C.M.S.

Município de Silves

~visita o site da nossa escola!

Escola Secundária de Silves

~as nossas freguesias

Alcantarilha Armação de Pêra Tunes S.B. Messines Algoz S. Marcos da Serra Silves Pêra
E por aqui ouve-se: Rodrigo Leão - As Cidades

~tags

~ todas as tags

~Tagarelices... Deixa já a tua!


free polls Como classifica o conteúdo deste blog?
[Muito mau]
[Mau]
[Razoável]
[Bom]
[Muito Bom]

Quarta-feira, 12 de Dezembro de 2007

Reflexão pelo Grupo de Intervenção Urbana - Acessibilidades

A nível de acessibilidades podemos tirar algumas conclusões. Decidimos, este período, centrarmo-nos principalmente na Escola Secundária de Silves, uma vez que temos presenciado com alguma regularidade alunos que enfrentam barreiras na sua mobilidade, nomeadamente na necessidade de utilizar cadeira de rodas e muletas. Através de fotografias e vídeos identificamos os pontos fracos e os pontos fortes que mais se destacam na escola identificando-os posteriormente no mapa desta. E quanto às ilações que tiramos, são mais os fracos que os fortes.

Para um deficiente motor as dificuldades iniciam-se logo na entrada principal. Estes deparam-se com uma escadaria que torna impossível a entrada no edifício. Ter aulas nos pisos superiores é também uma impossibilidade pois a comunicação entre estes é feita através de escadas. É ainda importante referir que nas casas de banho, além de também existir um degrau à entrada, a largura das cabines é bastante estreita para a passagem de um deficiente motor com cadeira de rodas. E estes são apenas os principais pontos numa grande variedade de muitas outras barreiras…

Além disso, achamos importante apurar o conhecimento da comunidade escolar acerca deste tema e portanto estamos ainda a realizar inquéritos cujos resultados serão analisados e divulgados no próximo período.

         Todavia, apesar de não termos tido tempo para analisar a cidade, temos a percepção de que esta não é das melhores em termos de acessibilidade. Isto porque todos os dias passamos por locais, onde observamos inúmeras barreiras arquitectónicas, passando pela largura reduzida dos passeios à bastante acentuada inclinação de ruas. O facto da cidade ser muito antiga torna-a muito mal adaptada a todos os tipos de deficiência.

                     

         Esperamos que esteja ao nosso alcance melhorar algo na nossa cidade, de modo a que, quer para os deficientes quer para os não-deficientes, a arquitectura não mais constitua uma barreira.

estamos: Criativamente de Férias!
e apetece-nos ouvir: Jingle Bells
genialmente escrito por CriaXelb às 18:07
| a tua opinião faz a diferença! comenta! | adiciona-nos como favorito!